Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Agronegócio

Ovinos e caprinos aumentam a participação na 44ª Expointer

A edição da Expointer tem alguns diferenciais em relação a 2019, última feira presencial. Enquanto em 2019, equinos, bovinos e pequenos animais tiveram maior participação na feira, neste ano os destaques são o aumento do número de animais entre os ovinos, com um crescimento de 3,58%, e entre os caprinos, com crescimento de 4,44%.

(Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini)

A raça ovina participa desta feira com 809 animais inscritos de 14 raças diferentes. A que registrou o maior crescimento foi a Texel, que participa com 192 animais, um aumento de 3,5% em relação a 2019, quando tiveram 185. O Texel naturalmente colorido também registrou um aumento de 102,17%, passando de 46 em 2019 para 93 neste ano. Na abertura da Expointer, nasceu a primeira ovelhinha Texel da exposição.

Os julgamentos de ovinos estão previstos para este domingo, segunda, terça e quarta-feira. Na quarta-feira (08/09), às 10h, também está prevista a apresentação do Programa de Certificação da Lã, no Stand Ideal.

A representação dos caprinos também aumentou nesta edição da Expointer. A raça Anglonubiana passou de 7 animais em 2019 para 8 neste ano, um aumento de 14,29%. E a raça Boer de 38 para 39 animais, um aumento de 2,63%.

Os julgamentos acontecem na segunda-feira (06/09) na pista 16.

Os cavalos crioulos estão em maior número entre os equinos

(Fagner Almeida/Divulgação ABCCC)

A presença dos equinos na Expointer é sempre marcante. São 607 animais de 9 raças diferentes. E algumas aumentaram a sua participação nesta feira. A Percheron passou de 8 cavalos em 2019 para 19 animais, aumento de 137,5%. A raça Mangalarga teve aumento de 35%, passando de 80 para 108. E o cavalo Campeiro passou de 27 animais em 2019 para 31 neste ano, aumento de 14,81%.

Mas a raça com maior número de animais é a dos Cavalos Crioulos. Nesta edição, são 260 animais. Em 2019 eram 357. Entre os motivos da redução estão a não realização de leilões presenciais no parque e a transferência da final do freio de ouro para o final do mês de setembro.

Fonte: Ascom EmaterRS

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo