Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Extensão Rural

Expointer 2021 – Energia limpa auxilia no campo e na cidade com apoio da Emater/RS-Ascar

O momento atual aponta para a necessidade da redução do consumo de energia elétrica produzida a partir de recursos hídricos. E uma alternativa viável no meio rural é a produção de energia limpa. Este tipo de energia é importante insumo aos produtores rurais, que hoje tem esse item incorporado nos custos de produção. Na Expointer 2021, a Emater/RS-Ascar reservou um espaço destinado à divulgação das ações às questões relacionadas à geração de energia nas propriedades rurais.

O produtor tem silo secador, tem câmara fria e sistemas de ordenha, que dependem de energia elétrica para funcionar. E as energias alternativas como a fotovoltaica podem atender as necessidades do produtor. É possível fazer uma conexão à rede e ter uma situação de troca-troca de energia à medida que se produz energia na propriedade que é lançada na rede, empresta então para distribuidora e quando você precisa a energia retorna para o produtor com um pequeno custo do uso da rede, explica o extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Luis Bohn.

Outra vantagem do uso dessa tecnologia é poder contar com energia em locais de difícil acesso. Nesses casos o produtor pode optar por um sistema autônomo de geração de energia com baterias e placas de menor custo que viabilize a instalação, por exemplo, de um sistema de bombeamento de água a uma boa distância de rede elétrica, facilitando o manejo dos animais no campo.

A Emater/RS-Ascar iniciou o trabalho de divulgação dessa tecnologia para atender aos pescadores da praia da Solidão, onde a rede de energia elétrica fica a 120 quilômetros de distância. A vida das pessoas começou a melhorar quando elas tiveram energia autônoma, dentro de casa. O pescador precisava ter lâmpada, de ter energia elétrica para o freezer para armazenar o peixe e poder comercializar melhor, e o filho não precisou ir embora porque passou a ter também uma estrutura de internet, que inclusive permitiu que estudasse. São situações importantes para o agricultor, tem a questão qualitativa e quantitativa. No espaço da energia fotovoltaica, os extensionistas também estarão à disposição para esclarecer sobre o uso e as vantagens de se investir neste tipo de tecnologia, entre outros assuntos.

Por Emater RS/Ascar

Mostrar mais

Regiane Ferreira

Jornalista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo