Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Educação

Formados na Uergs ingressam em programas de mestrado de universidades públicas no Brasil e exterior

Profissionais que concluíram seus cursos de graduação e especialização na Uergs recentemente estão entre os classificados em programas de pós-graduação de universidades públicas do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e da Alemanha, em processos seletivos realizados este ano. 

Cibele Lúcia Bombardelli conquistou o 1º lugar na seleção para o Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPGCTA), da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) Campus de Erechim. Outros sete agrônomos e agrônomas que concluíram seus cursos nas Unidades em Santana do Livramento e em Vacaria também conquistaram vagas em programas de mestrado. Além desses, profissionais formados em outros cursos e unidades da Uergs também tiveram êxito no ingresso em programas de pós-graduação.

Realização e comprometimento

Cibele Lúcia Bombardelli.Cibele concluiu na Uergs em Erechim os cursos de Tecnologia em Fruticultura, bacharelado em Administração e especialização em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável. De acordo com a acadêmica, a formação na Uergs foi um marco importante em sua trajetória e fundamental para a aprovação no mestrado.

“A Unidade em Erechim possui professores e corpo técnico comprometidos com a formação dos discentes, e que procuram desenvolver e envolver os acadêmicos desde o início da graduação em projetos de pesquisa e extensão. É importante, também, reconhecer que estes professores participam de outros grupos de pesquisa e trazem para as aulas discussões, estudos, pesquisas e atividades nas mais diversas e recentes áreas do conhecimento”, pontua Cibele. 

Cibele Bombardelli conquistou o 1º lugar numa seleção para mestrado na Universidade Federal Fronteira Sul.

A acadêmica também fala sobre a orientação que obteve da professora Zenicléia Deggerone, que também cursou sua graduação na Uergs e hoje atua na Universidade como docente. “Eu tive o privilégio de ter sido orientada pela professora Zenicléia. Ela sempre me incentivou para que participasse de atividades também em outras instituições de ensino, publicasse trabalhos em conjunto com outros pesquisadores e participasse de eventos científicos”, disse. 

Para Cibele, o ingresso no mestrado representa a realização de um sonho. “Considerando a minha realidade pessoal, profissional e familiar dificilmente conseguiria ingressar em uma universidade federal. Enfatizo que esta conquista teve uma participação relevante da Uergs e de seus professores que me incentivaram a dar sempre o melhor em qualquer situação e sensibilizaram para desenvolver ações que busquem benefícios coletivos”, conta. 

A pesquisa proposta por Cibele busca identificar e analisar políticas públicas executadas pelo Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) Norte entre 2015 e 2020 por meio da Consulta Popular. A acadêmica também pretende verificar a consonância dessas políticas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) recomendados pela Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

“O ingresso no mestrado também me responsabiliza em desenvolver ações e pesquisas que venham a contribuir com o desenvolvimento da região, incluindo pessoas e gerando benefícios para toda a sociedade, pois a educação pública é uma das ferramentas com potencial de incluir e promover mudanças na realidade de muitas pessoas”, conclui a acadêmica. 

Contato com a pesquisa desde a graduação

Os agrônomos Lindomar Júnior e Vilson Luís Júnior, formados em 2021 na primeira turma do curso de Agronomia ofertado pela Uergs em parceria com o campus de Vacaria do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), foram aprovados em dois programas de pós-graduação em Agronomia, na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e na Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Os colegas conquistaram bolsas de fomento federal e optaram por cursar o mestrado da UFPel, onde desenvolverão suas pesquisas na área de Fruticultura.

Lindomar foi bolsista de Iniciação Científica na Uergs, com fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (Fapergs) e do CNPq. Ele afirma que a aprovação se deve a essa experiência, principalmente, somada à influência e entusiasmo de seus docentes. Vilson acredita que o mestrado é uma oportunidade de crescimento profissional e desenvolvimento crítico, e enfatiza que o ensino de qualidade a que teve acesso durante a graduação também contribuíram para a aprovação nos dois programas de pós-graduação.

Lindomar Júnior e Vilson Luís Júnior.

De acordo com o professor Fabiano Simões, da Uergs em Vacaria, os primeiros passos para a construção de uma carreira acadêmica são dados desde o início da graduação, quando docentes apresentam a possibilidade a estudantes e incentivam as pessoas que demonstram interesse pela  área. 

“Por vezes, o próprio acadêmico ainda não sabe da sua afinidade e se faz necessário o despertar com ajuda principalmente da universidade e do professor. Outro passo importante para seguir a carreira acadêmica é a universidade proporcionar bolsas de Iniciação Científica, para que o acadêmico que tenha interesse em despertar a ciência dentro dele possa permanecer mais tempo dentro da universidade, pesquisando e observando o universo da pesquisa”, comenta Fabiano. 

Reconhecimento internacional

Cassia Beatriz de Souza, engenheira de Bioprocessos e Biotecnologia formada pela Uergs em Bento Gonçalves, foi aprovada no Mestrado em Engenharia Química e de Bioprocessos com especialização em engenharia química de processos em Hamburgo, na Alemanha.

Outras trajetórias

Uergs em Santana do Livramento teve cinco egressos do curso de Agronomia aprovados em programas de mestrado este ano, em universidades federais. Anelisi de Oliveira e Rodrigo Galarza ingressaram no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Solo da Universidade Federal de Santa Maria. Cibele Duarte e Laura Ávila ingressaram no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Os quatro concluíram o curso em 2019. Itubiara da Silva concluiu a graduação em 2017 e a especialização em Desenvolvimento Territorial e Agroecologia, também da Uergs em Santana do Livramento, no primeiro semestre deste ano. A acadêmica ingressou no Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) neste semestre. 

Programa de Pós-Graduação em Educação da Uergs em Osório também tem recebido egressos de cursos de graduação da Uergs. Victoria Jorge, licenciada em Pedagogia pela Uergs em Osório, e Henrique Pellin, licenciado em Música pela Uergs em Montenegro, ingressaram no Programa este ano. O mestrado também recebeu, em 2021, Bruna Nery e Gleniana Peixoto, licenciadas em Teatro pela Uergs em Montenegro.

Já o Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Sustentabilidade, da Uergs Hortênsias, em São Francisco de Paula, recebeu este ano a agrônoma Letícia Terres, formada pela Uergs em Cachoeira do Sul.

Confira as demais unidades da Uergs que tiveram egressos entre os aprovados em programas de pós-graduação de outras universidades recentemente:

Bagé  – João Bosco Rodrigues, especialista em Gestão em Educação: Supervisão e Orientação pela Uergs em Bagé, ingressou no Mestrado Acadêmico em Ensino, da Unipampa Campus Bagé.

Cachoeira do Sul – Fernanda Porto, administradora formada pela Uergs em Cachoeira do Sul, ingressou no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural da UFRGS.

Guaíba – Alleff Dymytry de Deus, engenheiro de Computação formado pela Uergs em Guaíba, ingressou no Programa de Pós-Graduação em Computação da UFRGS.

Montenegro – Daiani Piccoli e Jocteel Salles, do curso de Teatro: Licenciatura, da Uergs em Montengro, ingressaram no mestrado em Artes Cênicas da UFRGS.

São Borja – Eduarda Ferreira concluiu o Bacharelado em Gestão Ambiental na Uergs em São Borja em 2019 e no mesmo ano ingressou na especialização em Desenvolvimento Territorial e Agroecologia da Uergs em Santana do Livramento. Em 2021, após a conclusão da especialização, foi aprovada no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A acadêmica optou pelo mestrado da UFRGS.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo