Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Ciência & Espaço

China poderá construir nave espacial de 1 km de comprimento

A estrutura teria um tamanho dez vezes maior ao da Estação Espacial Internacional (EEI).

O projeto faz parte de uma ampla solicitação à apresentação de propostas de pesquisa da Fundação Nacional das Ciências Naturais da China.

Um resumo da pesquisa publicado no site da fundação descreve a nave espacial enorme como um “equipamento aeroespacial estratégico importante para utilização futura dos recursos espaciais, exploração dos mistérios do Universo e uma vida em órbita durante um longo período de tempo”. No entanto, ainda está sendo estudada a viabilidade do projeto.

De acordo com especialistas, a construção da nave poderia enfrentar uma série de problemas técnicos devido a seu enorme tamanho. Estima-se que a China poderia enviar milhares de componentes para serem montados em órbita, o que levaria muito mais tempo do que os 12 anos que foram necessários para construir a EEI.

Se este projeto for financiado, o estudo de viabilidade terá uma duração de cinco anos e um orçamento de 15 milhões de yuans (cerca de R$ 12 milhões).

O projeto pode parecer um filme de ficção científica, mas o ex-tecnólogo-chefe da NASA Mason Peck afirma que a ideia não era completamente bizarra, acrescentando que o desafio era mais de engenharia do que de ciência básica.

De acordo com ele, o lançamento de objetos e materiais no espaço pode ser muito caro, portanto, o maior desafio são os custos. Para se ter uma ideia, a EEI tem apenas 110 metros de largura em seu ponto mais largo.

Segundo a NASA, construir uma estrutura dez vezes maior vai custar mais do que o orçamento espacial nacional mais generoso, uma vez que a construção da EEI foi de aproximadamente US$ 100 bilhões (R$ 518,9 bilhões).

Fonte: Sputnik News

Mostrar mais

Cassio Felipe Tartas Rogalski

Sou formado em Letras e Jornalismo com especialização em Relações Internacionais e Diplomacia. Professor, jornalista, autor, colunista e analista de Relações Internacionais. Sou apaixonado por línguas, filosofia, escrita, livros em geral, música, viagens e café.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo