Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Cultura

Iecine abre inscrições gratuitas para o curso de Linguagem Audiovisual e Decupagem

Estão abertas as inscrições para o curso Linguagem Audiovisual e Decupagem, coordenado pelo cineasta Emiliano Cunha. O projeto é uma realização do Instituto Estadual de Cinema (Iecine) e do RS Criativo, instituições da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), com apoio da Cinemateca Paulo Amorim e do Banco do Estado do Rio Grande do Sul.

A atividade é gratuita e começa dia 29 de setembro, com 12 aulas em formato on-line, às quartas-feiras, das 14h às 16h30. As inscrições podem ser feitas até 28/09, neste link.

Por intermédio de aulas expositivas e de vivências práticas remotas, serão apresentados os caminhos que levaram à construção de uma relação de olhar com os dispositivos audiovisuais.

A partir de uma perspectiva histórica, o curso analisa, técnica e esteticamente, as diversas formas expressivas e de linguagem dentro do espectro do audiovisual. Também serão apresentados os fundamentos da linguagem audiovisual, como o uso da câmera para a construção da cena (enquadramento, ângulos, movimentos), a concepção da decupagem do roteiro, a construção da “mise em scène”, além da relação da direção de cena com a equipe e elenco.

O objetivo é munir os alunos com ferramentas para construírem suas próprias formas de interação com o mundo através do som e imagem em movimento em diferentes dispositivos e janelas.

“No mundo em que vivemos, cercados de imagens e símbolos, é necessário instrumentalizar para a interpretação e leitura dessas imagens. Com esse laboratório, buscamos popularizar a alfabetização audiovisual, dando um passo à frente em relação à difusão do conhecimento e provocando o pensamento crítico sobre a linguagem e utilização das imagens”, avalia o diretor do Instituto Estadual de Cinema, Zeca Brito, complementando que desde 2019 o Iecine tem atuado no sentido de formação de espectadores, público e novos realizadores.”

Emiliano Cunha

Emiliano Cunha é diretor, roteirista e produtor, sócio da produtora Ausgang, formado em cinema pela PUCRS e mestre em Comunicação pela mesma universidade, com pesquisa sobre o Cinema de Fluxo brasileiro. Também é professor universitário na faculdade de Produção Audiovisual da Uniritter e da Escola de Fotografia Expandida (Fluxo), onde leciona no curso de Direção Cinematográfica –  Construindo Atmosferas.

Selecionado para o Berlinale Talents Buenos Aires 2020 como diretor cinematográfico, realizou os curtas-metragens “O Cão” (2011), com passagem por mais de 60 festivais (incluindo Paulínia, Gramado e Huesca); “Lobos” (2012); “Tomou Café e  Esperou” (2013), indicado ao GP do Cinema Brasileiro, Menção Honrosa no Festival de Huesca, Kikito de Melhor Desenho de Som em Gramado; “Navegantes” (2015); “Sob Águas Claras e Inocentes” (2016), com passagem por “Zinebi,” melhor filme estrangeiro no Festival ADF na Argentina, menção honrosa no Festival de Quito, melhor direção, melhor produção, prêmio da crítica e menção honrosa ao elenco no Prêmio Assembleia Legislativa de Gramado; “Endotermia”(2018), curta-metragem contemplado no Edital de Produção do Minc 2017, melhor desenho de som no Prêmio Assembleia Legislativa do Festival de Cinema de Gramado 2019, e  também participou do Laboratório de Curtas Metragens do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro 2014; e o mais recente curta “Tormenta” (2021), selecionado para Mostra Assembleia Legislativa do 49º Festival de Cinema de Gramado. Dirigiu, ainda, a minissérie ficcional “Horizonte B”, licenciada para o Netflix e, atualmente, disponível na Amazon Prime. Além de quatro episódios da série “A Benção”, para o Canal Brasil (disponível na Globoplay e Canal Brasil).

Seu longa-metragem de estreia, “Raia 4″(2019), contemplado no Edital de Produção Prodecine 5 BRDE/FSA/Ancine, foi selecionado para o WIP Mostra Futuro Brasil do Festival de Cinema de Brasília 2018, e estreou mundialmente no Festival de Cine de Cartagena das Indias FICCI 2019.

Até o momento, o filme também participou das mostras competitivas do Festival de Shanghai , Quito (Equador), Panamá, Cartagena das Índias (Colômbia), Uruguai , Tucumán (Argentina), 47º Festival De Cinema Gramado (Kikitos de Melhor Fotografia, Melhor Filme pela Crítica e Melhor Longa-metragem Gaúcho), Cinekid (Holanda), Festival de Roma (Alice nella citá), Queer Porto, Festival de Santander (Colombia), International Film Festival Tofifest (Polônia), Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival Internacional do Rio, Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano Havana, Festin Lisboa, Santa Barbara International. Film Festival.

O projeto e roteiro de Raia 4 também passaram pelos laboratórios e encontros de mercado: Sesc Novas Histórias 2014, Plataforma LAB, Curitiba LAB.

Emiliano também retornou ao Sesc Novas Histórias em 2018, com o roteiro do longa-metragem infantil “O Vale das Cigarras” (adaptado aqui como Virabicho) e co-roteirizado com Janaína Fischer.

Fonte: Iecine

Mostrar mais

R. Santos

Redator.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo