Terms & Conditions

We have Recently updated our Terms and Conditions. Please read and accept the terms and conditions in order to access the site

Current Version: 1

Privacy Policy

We have Recently updated our Privacy Policy. Please read and accept the Privacy Policy in order to access the site

Current Version: 1

Economia

Desenrola Fies: Governo Federal lança campanha para ampliar adesão ao programa de renegociação

0:00

O Governo Federal, por meio do Ministério da Educação, lançou a campanha “Desenrola Fies” para informar e auxiliar os estudantes beneficiários do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a regularizarem suas dívidas. Mais de um milhão de brasileiros endividados podem se beneficiar dessa ação.

O vídeo da campanha exibe o depoimento de Maria Du Carmo Barros, de Brasília (DF), que realizou o sonho de cursar Enfermagem com o auxílio do financiamento estudantil. “Se não fosse o Fies, eu não estaria aqui hoje contando a minha história”, ressaltou. Com o adoecimento de seu pai e os impactos da pandemia de Covid-19, ela deixou de pagar o Fies. “Quando eu soube da renegociação, foi maravilhoso”, lembrou.

Os beneficiários do Fies que estão em situação de inadimplência e queiram regularizar a dívida, assim como Maria fez, têm até o dia 31 de maio de 2024 para procurar os bancos e aproveitar as oportunidades oferecidas pelo “Desenrola Fies”.

A iniciativa visa proporcionar condições especiais de negociação para os contratos celebrados até o fim de 2017, com débitos vencidos e não pagos até 30 de junho de 2023. Os principais benefícios incluem: descontos de até 99% do valor da dívida, 100% de redução nos juros e condições facilitadas de parcelamento.

Com essas medidas, o “Desenrola Fies” busca proporcionar um caminho mais acessível para que os beneficiários possam quitar suas dívidas e retomar sua trajetória acadêmica com tranquilidade.

Até o início de janeiro, dois meses após o lançamento da iniciativa, cerca de 164,5 mil pessoas haviam renegociado suas dívidas. Os acordos, nesse período, totalizaram mais de R$ 7,6 bilhões renegociados, que geraram um retorno de R$ 338 milhões aos cofres públicos até então.

No programa “Bom Dia, Ministro” de 31 de janeiro, o ministro da Educação, Camilo Santana, aproveitou o espaço para pedir maior participação das pessoas nas renegociações de dívidas estudantis. “Nós temos até o final de maio para que as pessoas regularizem sua situação junto ao Fies. São, aproximadamente, 1,2 milhão de pessoas que têm direito à renegociação de R$ 55 bilhões em dívidas. A pessoa pode limpar o seu nome com até 99% de desconto”, ressaltou.

Secretária de Comunicação - Governo Federal

Conteúdo e matérias relacionadas ao Governo Federal e seus Ministérios

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
X